Vital-Plex – 30 Cápsulas – Klaire Labs

R$ 150,00

SKU: VP- Categoria:

Há muitos anos que o Vital-Plex® é um dos favoritos dos médicos clínicos norte americanos que usam as formulações de Klaire nas situações em que os microorganismos indesejáveis invadem e se multiplicam no intestino dos seus pacientes.

Sua fórmula Inclui Bifidobacterium lactis misturado com Lactobacillus acidophilus, L. rhamnosus e B. bifidum.

Este produto é um importante microrganismo colonizador da flora intestinal que produz grandes quantidades de formato favorecendo a microbiota benéfica. Desta forma ele tem efeitos profundos no sistema imunológico, melhorando as atividades dos glóbulos brancos, bem como aumentando o número de células T totais, auxiliares e ativadas.

O Vital- Plex é excelente para pessoas que estão sob tratamento com  antibióticos e para aqueles que sofrem de problemas gastrointestinais agudos tais como diarreias, diverticulites, viroses e parasitoses diversas, ou em casos de Candidíase de repetição.

Fale com seu ginecologista sobre a utilização deste produto na higiene vaginal

O Vital Plex é mais indicado para pessoas entre 30 e 50 anos.

Cada 1 cápsula do produto fornece 5 bilhões UFC´s

 

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS

 
Mix Probiótico 22 mg
Lactobacillus Acidophilus 1,25 bilhões UFCs
Lactobacillu Rhamnosus 1,25 bilhões UFCs
Bifidobacterium Bifidum 1,25 bilhões UFCs
Bifodobacterium Lactis 1,25 bilhões UFCs
 
Outros ingredientes: base de insulina derivada de raiz de chicória

Siga sempre a orientação de seu médico ou nutricionista

– Uso Terapêutico: 1 a 2 cápsulas ao dia, durante 1 mês, junto com as refeições. Não ingerir junto com líquidos quentes (chá, café, leite) ou ácidos (sucos de laranja, limão, etc.).

– Manutenção ideal: 1 cápsula, 2 X por semana.

Obs. Importante: A mesma cápsula de uso oral, pode ser introduzida na vagina, como coadjuvante no tratamento de Candidíase, corrimento e outras infecções ginecológicas.

Não há registro médico científico de contraindicações ou efeitos colaterais.

O L acidophilus é um microorganismo residente na flora. Inibe os organismos patogênicos e aumenta a resistência ou imunidade aos microorganismos geradores de doenças. Ele é um dos mais importantes microorganismos encontrados no intestino delgado.

É conhecido por se implantar na parede intestinal, e no revestimento da parede da vagina, cérvix e uretra. Desempenha várias funções críticas incluindo-se a inibição dos organismos patogênicos, e a prevenção de sua multiplicação e colonização.

Já é bem documentado o fato que o L. acidophilus produz antibióticos naturais como por ex., a lactocidina, a acidofilina, e assim aumenta a resistência ou imunidade. O L. acidophilus também é conhecido pela sua ação contra microorganismos produtores de doenças, tais como: Staphilococcus aureus, Salmonella (contaminação alimentar), Candida albicans (fungo) e Escherichia coli, entre outros organismos patogênicos e indesejáveis. Adicionalmente, o L. acidophilus  pode auxiliar no abrandamento da intolerância à lactose, causada pela deficiência da enzima lactase.

As culturas do L. acidophilus  produzem significativas quantidades de lactase, que podem facilitar uma digestão mais completa da lactose, e reduzir a possibilidade de mau hálito, sensação de estufamento, formação de gases e cólicas estomacais.

O L. rhamnosus é muito prolífico, tem alta resistência aos sais biliares, adere à mucosa intestinal e protege o trato intestinal contra a invasão e atividades de microorganismos nocivos. Além disso, pesquisadores descobriram que ele age na redução da intolerância à lactose.

Um recente estudo do tipo “duplo-cego”, com controle de placebo,  sugere que esta bactéria pode  diminuir as reações hipersensitivas, inflamações intestinais de pacientes com eczema atópica e alergia alimentar.

Bifidobacterium bifidum: é um importante microorganismo que se aloja principalmente no revestimento da membrana da mucosa do intestino grosso e do trato vaginal. O B.bifidum previne a colonização de bactérias patogênicas invasoras, ao se aderir às paredes intestinais e reproduzir-se com grande intensidade, consumindo os nutrientes necessários às bactérias e fungos nocivos.

O B. bifidum produz os ácidos láctico e acético que reduzem o pH intestinal e assim inibem o crescimento de bactérias nocivas.

Pesquisas realizadas com B. bifidum estabeleceram que este probiótico melhora a assimilação e o metabolismo de minerais como o ferro, o cálcio e o magnésio.

Aumentar a eficiência dos probióticos é um desafio para os formuladores e para a indústria.

A resposta à este desafio já existe e esta disponível para o consumidor Brasileiro. É o sistema de proteção InTactic®, uma exclusividade do Klaire Labs, que está incorporada às cápsulas do Vital Plex e do Vital Imobiotic

As bactérias probióticas podem ser mortas ou ter a sua atividade interrompida pelos ácido gástricos durante sua passagem pelo estômago. Para ajudar a protege-las, as cápsulas probióticas do Vital PLex e do Vital Imobiotic contêm InTactic®, uma tecnologia inovadora de ácido estável.

O InTactic®, um alginato altamente purificado de algas marinhas, forma uma matriz gelatinosa que envolve e protege as bactérias probióticas da destruição pelo ácido gástrico. Isso permite que os probióticos amigáveis sobrevivam aos ácidos estomacais e sejam entregues vivos no intestino delgado, onde são liberados intactos para exercer suas funções de promoção da saúde.

O InTactic aumenta significativamente o número de bactérias que chegam vivas e intactas ao intestino delgado e desta forma agilizar a sua recomposição.

O funcionamento do sistema é simples; o complexo de polissacarídeos é adicionado aos microrganismos nas formulações probióticas. Esta mistura (polissacarídeo + probiótico) é colocada em cápsulas vegetais.

A cápsula assim composta dissolve-se ao passar pelo ambiente ácido do estômago e expõe a mistura probiótica ao meio ácido. Neste momento, a camada mais exterior da mistura, forma um gel que envolve e protege as bactérias probióticas da destruição pelos ácidos gástricos. Em outras palavras, o processo cria uma cápsula secundária na passagem pelo estômago.

Assim que os probióticos atingem o ambiente mais alcalino do intestino delgado, o invólucro InTactic™ se dissolve naturalmente, liberando os probióticos da cápsula secundária, permitindo que sejam encaminhados aos locais onde são mais necessários.

O uso desta técnica permite que mais bactérias benéficas sobrevivam aos meios ácidos estomacais e cheguem vivas no intestino delgado.

É assim, com tecnologia de ponta, que o Klaire aumenta a eficiência dos seus complexos probióticos.